twitter
    @gabrielnazioni

Toma distraída!

Mais uma pra seleção dos nossos casos escolares.

O fim de ano está aí,e todas aquelas babaqucies - ok,não comento mais isso! - também.

Como é de praxe as escolas estimulam a mentira,enfeitam suas salas com Papais Noeis,nunca fui bom com plurais,e todas aquelas coisinhas natalinas - drrrrrr é Natal!


Os pais sempre tentam esconder que Papai Noel não existe,mas não seria mais fácil nunca terem dito que ele existe.Ai Jesus,você ainda credita em Noel?Ah mala,ele não existe...morra!!!


Mas enquanto as celebres mentes paternas continuam mentindo para seus amados filhinhos,mesmo dizendo pra eles que mentir é feio - ah o Natal! - as escolas são obrigadas a acobertar a grande farsa.

Jesus,que tom dramático esse post tomou.Ok...ok,não sou nenhum pedagogo do Fantástico que quer analisar se é bom ou não mentir sobre o Papai Noel,mas achei interessante o que tudo isso causou.

Uma professora que vamos apelidar de Nietih,recentemente tomo um ferro na buneca!

A inglesa que da aulas para crianças entre 6 e 7 anos de idade,foi demitida por revelar que Papai Noel não existe.

Durante uma aula,os alunos discutiam o que o "bom velhinho" os dariam de Natal.Foi quando Nietih boca aberta afirmou:

        "Mas são seus pais que vão deixar seus presentes no dia 25 de Dezembro."

As crianças abriram o berreiro e a teatcher foi demitida!

TOMA DISTRAÍDA!

2 prefiro comentar:

Ana Lucia Nicolau disse...

também acho que seria melhor que os pais nunca tivesse dito as filhos que papai noel existe...mas essa mentira desnecessária já teve uma história...aliás bem bonita...hoje em dia acho que papa noel é tão fruto do marketing que até essa história bonita poucos sabem...
um dia volto pra contar a história do bom velhinho!

Felipe Felix disse...

SE era pra ela ser demitida por causa disso, que falasse também do coelho da páscoa!!! Nossas crianças não merecem tanta mentira, tanta enganação!