twitter
    @gabrielnazioni

História de um nó

Buenas noches, guys! ;*

Depois de otimo feriado é fácil se inspirar.[/ana maria braga rulez

Então to colocndo esses dias uns textos pra vcs, galëre. Enjoy e abstrai :D!!


"Fiz uma descoberta, há pouco tempo. E se compartihlo dela é por pensar que talvez isso seja transferido, dividido também. É bem verdade que tenho muitos segredos. Mas prego essa peça e te deixo curioso. Quanto à minha descoberta. Amar é o mesmo que dar as mãos.

E, por favor me entenda, esse cheiro me enoja. Essa cara me enoja. Mãos dadas! Aos poucos espero me livrar dessa âncora - vivo de oceanos, preciso de oceanos. E talvez aí esteja a beleza. Começo a entender. Nasci pra ser marinheiro, de porto não posso amar. E me perder por tanto tempo nessa ilha me fez amar ainda mais o mar de que sou feita.

E sentir saudade."

1 prefiro comentar:

Janaina Moraes disse...

Pois é... a tal da saudade é foda mesmo.
Mas vou te dizer uma coisa, andei ando textos por ai e descobri que o melhor é sair por ai, se divertir e deixar o coração no bolso, assim ele não cai na besteira em se envolver com ninguem...

Sim, tô triste.

Bjo meu amigo